3 dicas para melhorar a comunicação com os seus condomínios

Uma boa comunicação é a chave para qualquer bom relacionamento, e quando falamos de Administradoras e Condomínios isso é ainda mais importante.

Quando sua comunicação acontece de forma efetiva sua empresa ganha visibilidade, reforça sua marca e presença no condomínio, se mostra participativa e, consequentemente, faz com que seus clientes se lembrem de você não só na data de pagar a cota condominial.

Mas como fazer uma comunicação efetiva? (mais…)

Leia Mais

Aplicativos passam a fazer parte da vida em condomínio

O mercado de aplicativos, como já abordamos aqui no blog, está em constante crescimento. Empresas, dos mais diversos segmentos, estão encontrando na adoção dos apps uma forma de se destacar e apresentar um diferencial competitivo frente aos seus concorrentes.

No ramo da Administração Condominial o cenário não é diferente. E algumas administradoras enxergam, na suspensão de aplicativos de mensagens, como aconteceu com o WhatsApp no início de maio, uma oportunidade de mostrar a importância de ter sempre outra opção de comunicação para otimizar a operação condominial. (mais…)

Leia Mais

Quando seu diferencial está nas pontas dos dedos

Vivemos numa época em que há quem diga que estamos cada vez mais na internet, e isso, de certa forma, é verdade; mas se avaliarmos nosso dia a dia com mais atenção, vamos perceber que, na realidade, nós vivemos na internet.

Tudo o que fazemos tem ligação direta ou indireta com ela, e graças à popularização dos smartphones, podemos estar conectados a qualquer hora e lugar. E a forma como isso pode estar relacionado a uma administradora de condomínios é maior do que muitos costumam pensar, mas, antes de mais nada, precisamos entender alguns pontos. (mais…)

Leia Mais

AABIC de cara nova

A AABIC, Associação das Administradoras de Bens, Imóveis e Condomínios, que leva como compromisso o aperfeiçoamento constante de seus serviços, aliados a novas tecnologias, não poderia deixar de aplicar isso à própria imagem.

Com um visual mais moderno e intuitivo, e novos recursos de usabilidade para os visitantes e associados, o site da AABIC passou por uma reestruturação visual, se adequando aos novos padrões do mercado, possibilitando o acesso às seções do site com muito mais agilidade e facilidade.

O projeto, desenvolvido pela Hotvia, levou em consideração todos os aspectos necessários para que o novo site englobasse o que há de mais recente em tecnologia voltada à performance de web sites, tornando-o, inclusive, um site multiplataforma, acessível através de computadores, tablets ou smartphones.

Sobre a Hotvia
A Hotvia é uma unidade de negócios da Athos Informática, fundada em 1994, focada no desenvolvimento de sites, portais e materiais de comunicação para o mercado de administração condominial.

Para mais informações: http://hotvia.com.br/

Leia Mais

Os 3 passos para entrar de vez na Cobrança 2.0 e diminuir a inadimplência

Você provavelmente já deve ter ouvido falar em SAC 2.0, mas se não estiver familiarizado, não se preocupe, nós explicamos. Em termos simples, SAC 2.0 é o atendimento ao cliente através da internet, seja por chat, aplicativos ou redes sociais.

Ignorar a tecnologia a nossa volta, e a forma como ela pode beneficiar nossa rotina de trabalho, é um passo em falso que pode dificultar a expansão dos negócios.
E numa era em que tudo tende ao digital, por que isso deveria ser diferente com o processo de cobrança da sua administradora? (mais…)

Leia Mais

Como evitar que seu departamento de compras tenha problemas com fornecedores

Sempre que precisamos comprar alguma coisa para nós, ou para nossa casa, não queremos ter nenhuma dor de cabeça, não é mesmo? É por isso que acabamos sendo tão exigentes e criteriosos antes de chegar ao “débito ou crédito?”.

E quando falamos das compras para um condomínio inteiro, e nesse ponto estamos afetando, de certa forma, a vida de várias famílias, essa exigência não pode ser diferente.

Uma das maiores dificuldades aqui é escolher um fornecedor de confiança e que pratique preços justos para atender às necessidades de compra para o condomínio; mas, com tantas empresas no mercado, como evitar certas dores de cabeça? (mais…)

Leia Mais

Administradora: elimine a falta de organização de uma vez por todas.

Administrar um condomínio não é uma tarefa das mais simples; agora, imagine administrar cinquenta, cem, duzentos condomínios.
Quem faz parte desse heroico grupo de pessoas que trabalha em Administradoras de Bens e Condomínios sabe como essa missão diária pode ser complicada. Uma lista enorme de solicitações, tarefas e atividades que, muitas vezes, chegam todas ao mesmo tempo e podem trazer consigo a grande vilã da história: a falta de organização. (mais…)

Leia Mais

O que administradoras de condomínios, síndicos e condôminos precisam saber sobre cobrança via boleto com registro

Como parte do Projeto Nova Plataforma de Cobrança, que tem o objetivo de trazer mais transparência para o mercado de pagamento, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) anunciou o fim dos boletos sem registro até o começo de 2017.

De acordo com o cronograma divulgado pela instituição em janeiro de 2015, a migração para os boletos registrados será aos poucos.

Meses após a divulgação, o assunto ainda deixa muitas dúvidas para os prestadores de serviço que utilizam a modalidade para fazer cobranças, inclusive para as administradoras de condomínios e clientes.

“Tudo precisará ter o registro certo. É importante avisar que a cobrança com registro vai exigir CPF ou CNPJ em nome de quem estiver no boleto, seja condomínio ou pessoa. Ou até mesmo qualquer outro tipo de cobrança”, afirma o diretor de Condomínio da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (Aabic), Omar Anauate.

Diferença entre os boletos – Em tese, a diferença entre os boletos é simples: um deles deve ser registrado no sistema do banco e o outro não. Com isso, o banco tem todas as informações sobre a cobrança e, para que o cliente faça o cancelamento ou qualquer alteração no boleto, como data de vencimento, por exemplo, é preciso enviar um arquivo ao banco com todas as informações da transação, o que não acontece com o boleto sem registro.

Na cobrança sem registro, o banco geralmente cobra tarifa apenas quando o boleto é efetivamente pago por meio da rede bancária. Já para a cobrança com registro, podem ser cobradas tarifas sobre as operações de registro, alteração ou cancelamento do boleto. Ou seja, se houver mudanças, o cliente pode pagar mais de uma tarifa para o mesmo boleto.

“Na hora de registrar uma segunda via, por exemplo, vai ser um transtorno. Para cada tipo de mudança que houver, o banco terá que ser avisado”, alerta Anauate.

Benefícios da mudança – Só nesse ano, foram registrados diversos casos de fraudes envolvendo boletos bancários. O golpe, que consiste na alteração de alguns números no código de barras, prejudicou também administradoras e deixou condôminos inadimplentes, já que o pagamento ia parar na mão de criminosos. Esse tipo de fraude exigiu que a Febraban tomasse medidas para garantir a segurança nos pagamentos.

Para Anauate, mesmo com os transtornos que possam ser causados pela mudança, os boletos com registro trarão mais segurança e menos riscos. “O maior benefício é ter um controle maior nas emissões de cobranças, e também por causa da questão de fraudes, que realmente é um problema.”

O que muda com o boleto registrado

  • Será obrigatório constar no documento de cobrança e no registro bancário pela internet, o CPF ou CNPJ do pagador.
  • Em caso de não pagamento, o boleto com registro permite que o pagador seja protestado em cartório. Apesar de não ser considerado como tal, é possível protestar o título de crédito indicado no boleto.
  • Dezembro de 2016 é o prazo para término da migração dos boletos sem registro para os registrados.

Fonte: iCondominial

Leia Mais