Os 3 passos para entrar de vez na Cobrança 2.0 e diminuir a inadimplência

Você provavelmente já deve ter ouvido falar em SAC 2.0, mas se não estiver familiarizado, não se preocupe, nós explicamos. Em termos simples, SAC 2.0 é o atendimento ao cliente através da internet, seja por chat, aplicativos ou redes sociais.

Ignorar a tecnologia a nossa volta, e a forma como ela pode beneficiar nossa rotina de trabalho, é um passo em falso que pode dificultar a expansão dos negócios.
E numa era em que tudo tende ao digital, por que isso deveria ser diferente com o processo de cobrança da sua administradora? (mais…)

Leia Mais

Como evitar que seu departamento de compras tenha problemas com fornecedores

Sempre que precisamos comprar alguma coisa para nós, ou para nossa casa, não queremos ter nenhuma dor de cabeça, não é mesmo? É por isso que acabamos sendo tão exigentes e criteriosos antes de chegar ao “débito ou crédito?”.

E quando falamos das compras para um condomínio inteiro, e nesse ponto estamos afetando, de certa forma, a vida de várias famílias, essa exigência não pode ser diferente.

Uma das maiores dificuldades aqui é escolher um fornecedor de confiança e que pratique preços justos para atender às necessidades de compra para o condomínio; mas, com tantas empresas no mercado, como evitar certas dores de cabeça? (mais…)

Leia Mais

Administradora: elimine a falta de organização de uma vez por todas.

Administrar um condomínio não é uma tarefa das mais simples; agora, imagine administrar cinquenta, cem, duzentos condomínios.
Quem faz parte desse heroico grupo de pessoas que trabalha em Administradoras de Bens e Condomínios sabe como essa missão diária pode ser complicada. Uma lista enorme de solicitações, tarefas e atividades que, muitas vezes, chegam todas ao mesmo tempo e podem trazer consigo a grande vilã da história: a falta de organização. (mais…)

Leia Mais

O que administradoras de condomínios, síndicos e condôminos precisam saber sobre cobrança via boleto com registro

Como parte do Projeto Nova Plataforma de Cobrança, que tem o objetivo de trazer mais transparência para o mercado de pagamento, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) anunciou o fim dos boletos sem registro até o começo de 2017.

De acordo com o cronograma divulgado pela instituição em janeiro de 2015, a migração para os boletos registrados será aos poucos.

Meses após a divulgação, o assunto ainda deixa muitas dúvidas para os prestadores de serviço que utilizam a modalidade para fazer cobranças, inclusive para as administradoras de condomínios e clientes.

“Tudo precisará ter o registro certo. É importante avisar que a cobrança com registro vai exigir CPF ou CNPJ em nome de quem estiver no boleto, seja condomínio ou pessoa. Ou até mesmo qualquer outro tipo de cobrança”, afirma o diretor de Condomínio da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (Aabic), Omar Anauate.

Diferença entre os boletos – Em tese, a diferença entre os boletos é simples: um deles deve ser registrado no sistema do banco e o outro não. Com isso, o banco tem todas as informações sobre a cobrança e, para que o cliente faça o cancelamento ou qualquer alteração no boleto, como data de vencimento, por exemplo, é preciso enviar um arquivo ao banco com todas as informações da transação, o que não acontece com o boleto sem registro.

Na cobrança sem registro, o banco geralmente cobra tarifa apenas quando o boleto é efetivamente pago por meio da rede bancária. Já para a cobrança com registro, podem ser cobradas tarifas sobre as operações de registro, alteração ou cancelamento do boleto. Ou seja, se houver mudanças, o cliente pode pagar mais de uma tarifa para o mesmo boleto.

“Na hora de registrar uma segunda via, por exemplo, vai ser um transtorno. Para cada tipo de mudança que houver, o banco terá que ser avisado”, alerta Anauate.

Benefícios da mudança – Só nesse ano, foram registrados diversos casos de fraudes envolvendo boletos bancários. O golpe, que consiste na alteração de alguns números no código de barras, prejudicou também administradoras e deixou condôminos inadimplentes, já que o pagamento ia parar na mão de criminosos. Esse tipo de fraude exigiu que a Febraban tomasse medidas para garantir a segurança nos pagamentos.

Para Anauate, mesmo com os transtornos que possam ser causados pela mudança, os boletos com registro trarão mais segurança e menos riscos. “O maior benefício é ter um controle maior nas emissões de cobranças, e também por causa da questão de fraudes, que realmente é um problema.”

O que muda com o boleto registrado

  • Será obrigatório constar no documento de cobrança e no registro bancário pela internet, o CPF ou CNPJ do pagador.
  • Em caso de não pagamento, o boleto com registro permite que o pagador seja protestado em cartório. Apesar de não ser considerado como tal, é possível protestar o título de crédito indicado no boleto.
  • Dezembro de 2016 é o prazo para término da migração dos boletos sem registro para os registrados.

Fonte: iCondominial

Leia Mais

Treinamento do Webmínio e a importância das administradoras mostrarem o trabalho para seus clientes

De quê adianta fazer um bom trabalho se o seu cliente não souber disso?

A resposta parece simples, mas no mercado condominial muitas administradoras de condomínios se preocupam mais em prestar um bom serviço e esquecem que mostrar o resultado para o cliente também é o caminho para a fidelização.

Mensalmente, a Athos oferece treinamentos para as administradoras clientes que já utilizam a aplicação Webmínio, o Portal da administradora, que busca melhorar e personalizar o atendimento com seus clientes. O objetivo do treinamento é fazer com que esses profissionais aproveitem ao máximo cada recurso da solução.

Para quem já utiliza, o Portal Webmínio é fundamental para ajudar a administradora a manter um atendimento digital e personalizado. E com tantos recursos disponíveis, é necessário que os funcionários das administradoras saibam disso.

Através do Portal, a administradora consegue melhorar a comunicação e o relacionamento com os clientes. Além disso, é possível otimizar o processo de cobranças, entre outros recursos.

Para saber mais sobre os treinamentos do Webmínio, entre em contato com a Athos

Leia Mais

Uma solução para melhorar o setor de compras da sua administradora

Para uma administradora, o processo de compras ás vezes pode se tornar um problema. O que parece simples, pode se tornar complicado se o responsável não entender o que realmente o cliente condominial precisa. E com tantas pendências, os profissionais da administradora acabam perdendo muito tempo com uma única tarefa.

O tempo gasto ao fazer cotações e planilhas manualmente pode comprometer a eficiência do trabalho, e por consequência, a satisfação do cliente condominial.

Seria bom que a administradora pudesse transformar esse processo em algo mais eficiente e ágil. Foi pensando nisso que a Athos desenvolveu uma aplicação que pode ajudar a melhorar esse serviço.

O CondoPlaza é uma solução para agilizar o processo de compras, fazendo com que você perca menos tempo e aumente a qualidade do serviço prestado.

Uma tecnologia que somada a um serviço importante para a administradora reduz as falhas de comunicação e amplia a produtividade da equipe, que terá mais tempo para executar outras tarefas essenciais para garantir a satisfação dos clientes.

Veja como o CondoPlaza pode melhorar a área de compras da sua administradora

Leia Mais

Tecnologia mobile na organização do condomínio

Já imaginou ter acesso instantâneo a informações essenciais para a vida condominial? Com o App MinhaAdm isso é possível. 

O uso de aplicativos já faz parte da vida moderna. Basta olhar para o lado e notar alguém utilizando um tablet ou smartphone conectado à internet. E o uso de aplicativos têm sido cada vez maior, incluindo aqueles que podem resolver questões simples do cotidiano. Afinal, quem nunca ouviu a frase: “eu conheço um aplicativo para isso”.

Mas será que para o mercado condominial seria possível utilizar um app que facilite a comunicação entre administradora e condomínio? A resposta é sim, e já existe um aplicativo para isso.

Há mais de 20 anos no mercado, a Athos desenvolveu o App MinhaAdm em parceria com a Hotvia, agência digital da empresa.  A ideia não era apenas para estreitar as relações entre administradora e condomínio, mas sim fazer com que o cliente condominial pudesse obter informações rapidamente.

“Nós enxergamos essa necessidade. Tudo que está acontecendo no mercado nos leva para isso. As pessoas quase não usam mais o computador em casa. Mesmo com os notebooks, por causa da mobilidade os aplicativos têm ganhado espaço”, explica o coordenador da Athos, Fabiano Matias.

O App MinhaAdm permite o rápido acesso às informações mais pertinentes sobre o empreendimento, como cota condominial, prestação de contas, histórico de pagamentos, boleto eletrônico etc. A interface é customizada de acordo com a identidade visual de cada administradora.

“Antes, você tinha que esperar chegar em casa para ver seu boleto. Com o aplicativo, ele pode acessar essa informação em qualquer lugar”, afirma.

Usuário intenso do App MinhaAdm, Humberto Mikamy, sócio-proprietário da TATY – Gestão de Condomínios e Cobranças, já vê resultados positivos.

“Procurávamos algo que facilitasse o acesso do cliente à informação. Estamos utilizando esta tecnologia em prol do desenvolvimento”, conta.

Um dos principais objetivos do aplicativo é gerar mais comodidade para os clientes e agregar valor ao negócio condominial.

“Em muitos casos, o morador não sabe nem qual é a administradora que cuida do seu condomínio. Nosso objetivo é melhorar essa relação. Com isso, a empresa acaba fidelizando o cliente e expondo mais a sua marca”, finaliza Matias.

O App MinhaAdm está disponível nas três principais plataformas: IOS, Android e Windows Phone.

Quer conhecer o aplicativo? Entre em contato com a Athos

Leia Mais

Conheça o Atentum

Para uma administradora, o crescimento natural de sua carteira de condomínios representa novos desafios. Atendendo um cliente ou cem, o cuidado na prestação de serviço deve ser o mesmo. Porém, ter mais clientes significa ter mais responsabilidades, o que pode trazer possíveis problemas de comunicação.

Para acompanhar as exigências do mercado, que são cada vez maiores, as administradoras devem evitar deslizes que possam comprometer a imagem da empresa e no relacionamento com os clientes.

Um erro por falta de atenção pode resultar em situações desconfortáveis, desgastes e em alguns casos, colocar em cheque à parceria entre administradora e o condomínio. Pendências “esquecidas” tendem a virar uma bomba relógio e estourar na hora errada com o cliente errado.

Conhecendo bem o mercado condominial, a Athos detectou a necessidade das empresas melhorarem o atendimento.

O Atentum é uma solução de gestão de atendimento, onde solicitações viram ocorrências com registros de acompanhamento. Há um calendário para que a equipe possa se organizar e planejar. Além disso, um painel mostra o histórico completo de cada ocorrência.

E não se trata apenas de poupar o tempo, mas ter informações organizadas, com avisos e registros de cada andamento. Afinal, qual profissional já não viveu o drama de uma solicitação importante estar anotada e se perder no meio de tantos documentos?

E mais, se vários profissionais estão cuidando de um mesmo caso e um problema vem à tona, como saber o que aconteceu e por quê não foi resolvido?

O Atentum pode ajudar com que a administradora ofereça um atendimento mais cuidadoso, e por consequência, os clientes ficarão mais satisfeitos.

Entenda melhor como cada recurso funciona:

  • Registro de atendimento – Histórico completo de atendimento externo e interno. Muito melhor do que depender da memória de sua equipe, é ter um local onde consultar o histórico completo do atendimento.
  • Identificação de registro – Histórico detalhado da solicitação com identificação do solicitante e responsável pelo andamento com nome, data e hora e todos os andamentos.
  • Notificação – Aviso dos andamentos e solicitações através de um e-mail, que é enviado ao responsável e todos os envolvidos.
  • Status de solicitações – Gerenciamento das solicitações que estão abertas, em andamento ou encerradas (inclusive por status visual).
  • Painel de ocorrências – Painel de busca de todas as solicitações, com a facilidade de localizar um chamado através de filtros.
  • Calendário – Com o calendário é possível gerenciar e programar todas as solicitações e tarefas para o dia, mês ou até mesmo ano.
  • Gestão à vista – Através de monitores instalados na empresa, os números dos atendimentos ficam visíveis para toda equipe.

 

Conheça a solução que oferece registro e organização das solicitações de seus clientes

Leia Mais

Entenda a fraude dos boletos bancários

Imagine a seguinte situação: você realiza um pagamento por meio de boleto bancário e, algum tempo depois, é cobrado pelo valor que já foi pago. Para comprovar o pagamento, você mostra o boleto e descobre que o valor que saiu da sua conta não entrou na conta correta.

O golpe dos boletos bancários, que tem trazido muita dor de cabeça aos consumidores, consiste na alteração de alguns números no código de barras. Como esses dados não costumam ser conferidos e os dados principais (nome do credor) não são alterados, as vítimas não percebem a fraude no momento do pagamento.

Golpe mobiliza administradoras – O golpe pode ocorrer pelo correio ou via internet. Diversos casos foram registrados em todo o País e até no exterior. Preocupadas com a situação de inquilinos e proprietários que se tornaram inadimplentes por causa da fraude, as administradoras de condomínios buscam alternativas para aumentar a segurança e alertar sobre como fugir desse golpe.

“Nós recomendamos que os clientes confiram todos os dados sem exceção. Os primeiros números do código de barras são sempre os mesmos, a fraude está no final da numeração e é isso que ninguém confere. Uma boa dica é pegar o boleto do mês anterior e comparar todos os números”, explica o diretor-jurídico da Associação das Administradoras de Bens e Imóveis de São Paulo (AABIC), José Roberto Graiche Junior.

Para diminuir o número de vítimas, é necessário que as empresas notifiquem sobre a fraude. Além disso, é importante fazer a divulgação de como conferir corretamente os boletos. Utilizar o Débito Direto Autorizado (DDA) em muitos casos é mais seguro.

“É um serviço que possibilita ao pagador, através do seu banco, consultar e pagar eletronicamente. É mais direto e mais seguro”, afirma.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou nota dizendo que está investindo para aumentar a segurança e dificultar fraudes em boletos.

Antes de pagar, fique alerta

  • Cheque os dados impressos, como número do banco, se o número do código de barra corresponde ao da parte de cima da fatura, CNPJ da empresa emissora do boleto, data de vencimento do título e se o valor cobrado corresponde ao devido pelo consumidor
  • Isso vale tanto para os boletos impressos através de sites na internet quanto para os que chegam na residência pelos Correios
  • Para tirar qualquer dúvida, compare o novo boleto com o do mês anterior, verificando os últimos números do código de barras
  • Consulte mais informações com seu banco e veja se é possível utilizar o pagamento via DDA

Fonte: iCondominial

Imagem: iCondominial

Leia Mais